terça-feira, 4 de janeiro de 2011

Ao redor de plantinhas.

resolvi postar este texto que gostamos.

Mais uma vez me vejo confusa. As opiniões sobre você são tão divergentes que a minha vontade não é supor nada. Seus olhos me parecem sempre cansados, como se precisassem urgentemente de um porto seguro. Eu costumava pensar que os olhos nunca mentem, mas as pessoas me pedem para duvidar disso.
Você me parece tão interessante, intrigante mesmo, sabe? Esse seu sorriso de lado, meio galanteador, meio inseguro, Sua voz ensaiada e suas palavras tão clichês.
Fico encantada com suas expressões quando eu digo algo que você não espera, ou quando finjo não me importar e você sabe que é fingimento. Gosto quando o celular toca e é você que está ligando, e quando te vejo entrar por aquela porta. Gosto de ser perto de você, de ser alguém mais admirável.
Me é estranho ter você por perto, ter suas palavras ecoando na minha cabeça, não te ter de verdade.
Você restaurou algo em mim que já estava esquecido, me deu um novo motivo para sorrir e não sei mais se isso é bom. Não sei o que você realmente pensa, nem até que pontos você mente, não sei o que quer.
Posso ser essa menina, mas algo dentro de mim sorriu quando te viu pela primeira vez. Você me conquistou com essa prepotência, com esse seu ar de superioridade;
quem disse que regar plantinhas não dá dinheiro ,né?
Gosto de você, gosto de mim com você. Gosto.
Não sei se é certo ou errado, não sei onde isso vai dar, ams eu vou vivendo, tentando viver. E se nossos caminhos se cruzaraem, quem sabe então seremos parte de uma história feliz.

2 comentários:

Brena disse...

Que lindo! É tão sereno! Calmo!
Adorei!
Beijo!

espectrosbd.blogspot.com

@Ritiellyg disse...

eu tbm acho! ^^
que bom que gostou.
Beijos =*